The Heirs: Uma Análise Crítica por um Aficionado de Doramas

Olá, amantes de doramas! Hoje, vou falar sobre “The Heirs”, um drama que assisti há muito tempo, mas que só agora consegui colocar em palavras. Confesso que não estava muito empolgado para assistir a série, mas uma amiga minha insistiu tanto que acabei cedendo.

O que é “The Heirs”?

O drama gira em torno de três personagens principais: Cha Eun-Sang, Kim Tan e Choi Young-Do, estudantes do ensino médio na elitista Jejuk High School. Eun-Sang é filha da empregada que trabalha na casa de Kim Tan e conseguiu uma bolsa de estudos devido ao seu excelente desempenho acadêmico.

A trama se desenrola em torno do triângulo amoroso entre esses três personagens, as dificuldades de Eun-Sang como a “ovelha pobre” em um ambiente de riqueza e ostentação, e as complexidades da vida dos “herdeiros”.

The Heirs 1

Minha Visão Crítica sobre o Drama

Enredo Principal

  • Sinceramente, não sei como consegui assistir aos 20 episódios.
  • A série tem um elenco principal talentoso, com atuações convincentes de Park Shin-Hye, Lee Min-Ho e Kim Woo-Bin.
  • Tenho um carinho especial pelo personagem de Kim Woo-Bin, Choi Young-Do. Ele foi, sem dúvida, o ponto alto do drama para mim.
  • Em contrapartida, Kim Tan e Cha Eun-Sang não me cativaram. Se eles tivessem desaparecido no meio da série, eu não teria sentido falta.
  • Um aspecto positivo foi a representação realista do que é preciso sacrificar para alcançar o poder e a riqueza.

O Foco nas Famílias Ricas

  • A série se torna cansativa ao focar excessivamente nas famílias abastadas e suas dinâmicas tóxicas.
  • A trama principal se perde em meio a tanto drama desnecessário.

Romance

  • O relacionamento entre Kim Tan e Cha Eun-Sang é um clichê ambulante.
  • Ambos são personagens fracos em momentos cruciais, o que me irritou profundamente.
  • A narrativa constante de Eun-Sang sobre ser pobre e, portanto, inadequada para Kim Tan foi exaustiva.
  • Kim Tan, por outro lado, ignora completamente os sentimentos e preocupações de Eun-Sang, o que é, no mínimo, insensível.
The Heirs 2

o Triângulo Amoroso

  • Certamente, deve haver aspectos positivos no romance, mas, sinceramente, não consegui embarcar nessa jornada emocional.
  • Detesto triângulos amorosos em qualquer contexto, e neste drama, minha aversão foi ainda maior. Eu torcia para Kim Tan e Cha Eun-Sang ficarem juntos apenas porque Choi Young-Do me parecia puro demais para sofrer.
  • A disputa territorial entre Tan e Young-Do por Eun-Sang foi irritante. Tan queria Eun-Sang só para ele, mas não tinha a coragem de enfrentar seus pais. E ainda assim, dizia merecê-la mais do que Young-Do. Pelo menos Young-Do tem espinha dorsal.

Relacionamentos

  • Teria apreciado muito mais o drama se o foco fosse na complexa relação entre Tan e Young-Do. A dinâmica entre eles, de melhores amigos a inimigos mortais, era muito mais interessante.
  • A relação entre a mãe biológica de Kim Tan e a mãe de Eun-Sang foi um dos pontos altos da série. Elas começam como amante e empregada e evoluem para uma amizade improvável, o que foi muito bem-vindo.
  • Também gostei da “gangue” que Young-Do formou e como vimos a evolução de cada um dos personagens, tanto em grupo quanto individualmente.
The Heirs 4

Diversos

  • Um dos poucos aspectos que realmente gostei foi a infraestrutura da escola. É simplesmente impressionante.

Análise dos Personagens de “The Heirs”

Cha Eun-Sang

The Heirs cha eun

Interpretada por Park Shin-Hye, Cha Eun-Sang é uma estudante dedicada que trabalha duro em dois empregos de meio período. No entanto, ela parece não ter uma personalidade definida além de ser frágil e um pouco teimosa. Ela é a típica “donzela em perigo” e, o que é pior, não tem um sonho ou objetivo de vida claro.

Kim Tan

The Heirs kim tan

Lee Min-Ho dá vida a Kim Tan, um jovem que enfrenta o estigma de ser um filho ilegítimo. Ele é um paradoxo ambulante: despreocupado com a herança que poderia receber, mas esbanjador e inconsequente com dinheiro. Kim Tan é um personagem confuso, cheio de contradições e sem um propósito claro na vida.

Choi Young-Do

Kim Woo-Bin interpreta Choi Young-Do, o único personagem com uma profundidade real. Ele enfrenta abusos em casa e é um valentão na escola, mas ao longo da série, vemos seu crescimento e evolução. Ele se esforça para ser uma pessoa digna de Eun-Sang, tornando-se um modelo a ser seguido.

Rachel Yoo

The Heirs rachel yoo

Rachel Yoo é, sem dúvida, o personagem mais superficial da série. Interpretada por Kim Ji-Won, ela é mimada e mesquinha, a ponto de fazer com que eu desgostasse da atriz, o que é uma pena.

Lee Bo-Na e Yoon Chan-Young

The Heirs lee bo-na e yoon chan

Por último, mas não menos importante, temos Lee Bo-Na (Krystal Jung) e Yoon Chan-Young (Kang Min-Hyuk), meus personagens secundários favoritos. Eles são adoráveis individualmente e ainda mais como um casal. Eles lidam com suas diferenças de classe de uma forma saudável e mantêm um relacionamento estável ao longo da série, o que é um alívio em meio a tanto drama.

Kim Won

The Heirs kim won

Interpretado por Choi Jin-Hyuk, Kim Won é o irmão mais velho de Kim Tan e, apesar de ser apresentado como um personagem importante, não conseguiu captar meu interesse. Sua história amorosa é tão insípida quanto a de seu irmão, e sua relação com Kim Tan é confusa e mal desenvolvida. Não entendi por que ele deveria odiar Tan, mas o faz, e isso é um dos subenredos mais fracos da série.

Lee Hyo-Shin

The Heirs lee hyo

Kang Ha-Neul dá vida a Lee Hyo-Shin, um personagem que merecia muito mais tempo de tela e desenvolvimento de enredo. Ele é um veterano calmo e centrado, admirado pelos outros estudantes. Sua luta entre seguir seu sonho de ser cineasta e ceder às pressões familiares para se tornar advogado é uma das histórias mais relatables e interessantes da série.

Conclusão

Não gostei do drama. Teve seus momentos, mas foram poucos e esparsos. Não o recomendaria, apesar de sua popularidade e do fato de que muitos aficionados por doramas começam com “The Heirs” e acabam gostando. Talvez seja uma questão de gosto pessoal, e você possa ter uma opinião diferente.

“The Heirs” é uma série que falha em vários aspectos, principalmente no desenvolvimento de personagens e enredos paralelos. A falta de profundidade em personagens como Kim Won e a falta de foco em personagens potencialmente interessantes como Lee Hyo-Shin tornam a série uma experiência frustrante para quem busca mais do que clichês e superficialidades em seus doramas.

Crédito: thewordyhabitat

Deixe um comentário