Análise de Dorama: Clima do Amor (2022)

Análise de Dorama: Clima do Amor (2022)

Sempre tive vontade de assistir a Park Min Young. Ela é deslumbrante, e eu estava curioso para saber se o talento dela é tão impressionante quanto sua aparência. Finalmente, tive a oportunidade de vê-la em seu mais recente dorama, e foi um bônus ter Song Kang, que já havia arrasado em Love Alarm, Love Alarm 2 e Nevertheless, como protagonista masculino.

Enredo

Clima do amor 1

O dorama Clima do Amor apresenta a vida de Jin Ha Kyung (Park Min Young), que atua como diretora na Korea Meteorological Administration (KMA). Ha Kyung está noiva de Han Ki Joon (Yoon Park, que fez parte de What Happens to My Family e Itaewon Class), o relações públicas da KMA.

Contudo, cerca de um mês antes do casamento, Ha Kyung descobre Ki Joon com outra mulher, a repórter meteorológica Chae Yoo Jin (Yura de Now, We are Breaking Up). O casamento é cancelado e Ki Joon se casa imediatamente com Yoo Jin. A Ha Kyung é oferecida uma bolsa de estudos no exterior para ajudá-la a superar o constrangimento do cancelamento do casamento, mas ela decide permanecer na KMA.

O time de Ha Kyung ganha um novo previsor de tempestades severas, Lee Shi Woo (Song Kang). Não demora muito para Shi Woo e Ha Kyung se apaixonarem. No entanto, Ha Kyung deixa claro que quer manter o relacionamento em segredo, para evitar ser novamente o assunto do momento devido a um romance no escritório. A trama fica ainda mais emocionante quando Ha Kyung descobre que Shi Woo foi, na verdade, o antigo companheiro de Yoo Jin, que ela abandonou para ficar com Ki Joon.

Park Min Young como Jin Ha Kyung

Clima do amor 2

Agora posso finalmente confirmar que Park Min Young é uma atriz talentosa e não apenas um rosto bonito. Admiro sua habilidade em transitar entre as diferentes emoções que Ha Kyung precisa expressar: irritação com o ex-noivo, com a mãe intrometida (Kim Mi Kyung) e com colegas de trabalho misóginos; ao mesmo tempo em que se mantém firme e autoritária, mas acessível à sua equipe; e claro, toda apaixonada por Shi Woo. E ainda assim, ela se mantém elegante em seu modo de se vestir e se movimentar.

Eu adorei as cenas em que Ha Kyung reage contra aqueles que presumem que ela é fraca simplesmente por ser mulher. Como seus colegas homens, e, claro, seu ex-noivo que ainda tinha a audácia de pedir favores mesmo depois de ter a humilhado com o rompimento. Fiquei particularmente satisfeito quando Ha Kyung anunciou, em público, que seu ex contribuiu muito pouco para as coisas que compraram em preparação para o casamento. Também gostei de como Ha Kyung fez Ki Joon admitir que o relacionamento deles não deu certo porque ele se sentia inseguro com ela.

Clima do amor 3

Embora Ha Kyung seja muitas vezes percebida como fria e muito técnica, ela é, na verdade, uma pessoa muito gentil e de bom coração. Ela se preocupa com sua equipe e sempre os apoia, como uma verdadeira e responsável líder deve fazer. E ainda cuidou do pai de Shi Woo (Jeon Bae Soo de Fight for My Way) mesmo depois que ele terminou com ela.

Já me tornei fã de Park Min Young, e tenho certeza de que Oppa também. Então, podem esperar que vamos assistir aos doramas anteriores dela nos próximos dias.

Song Kang como Lee Shi Woo

Clima do amor 4

Confesso que minha afeição inicial por Song Kang era devido à sua aparência. Mas quanto mais o assisto, mais razões encontro para gostar dele. Sinto que ele é um dos melhores atores de sua geração (o grupo pré-serviço militar).

Estava acostumado a vê-lo frio e distante em Nevertheless e Love Alarm, então foi realmente refrescante vê-lo em um papel mais relaxado e apaixonado.

Sabe o quão bonito é Song Kang? O show tentou fazê-lo parecer menos atraente com cabelos um tanto frisados e partidos de forma estranha, mas ele continua lindo como sempre. O visual desajeitado até o torna mais cativante, na verdade.

Como meteorologista, adorei o quanto Shi Woo é prático. Sim, ele confia em sua intuição. No entanto, ele sempre garante que suas previsões sejam embasadas em ciência e dados. Ele se mostrou, na verdade, o parceiro perfeito para a excessivamente cautelosa Ha Kyung.

Embora não tenha gostado muito da história envolvendo seu pai e como ele magoou os sentimentos de Ha Kyung no final, no geral, Shi Woo é um ótimo cara e um excelente partido.

Já estou sentindo os primeiros sinais de ansiedade de separação para quando Song Kang for para o exército. Espero que ele nos deixe com muito conteúdo para que sua ausência não seja tão sentida.

Ha Kyung e Shi Woo: O Coração do Clima do Amor

Clima do amor 6

Sim, a maneira como Ha Kyung e Shi Woo acabaram juntos pode parecer estranha à primeira vista. Mas, se você parar para pensar, eles eram provavelmente a melhor opção um para o outro, dadas as circunstâncias. Quem mais entenderia melhor sobre seus ex-parceiros e as traições que aconteceram, senão eles mesmos? Deve ter sido um pouco constrangedor, mas também muito terapêutico.

A química entre Song Kang e Park Min Young foi evidente desde o início. Como você pode errar quando os dois são absurdamente atraentes? E eu amei como a série conseguiu fazer essa química crescer e se desenvolver à medida que os episódios avançavam, mergulhando cada vez mais no Clima do Amor.

Adorei aquele momento maluco em que eles estavam escondendo o relacionamento de seus colegas de trabalho. Ha Kyung parecia tão exigente com Shi Woo, seu subordinado, quando estavam na frente dos outros, mas se tornavam extremamente carinhosos quando ninguém estava olhando.

Clima do amor 7

Apesar da fofura inicial, gostei de como o Clima do Amor foi maduro ao tornar o relacionamento mais realista com a chegada do pai de Shi Woo. Sim, o pai era irritante, mas, olhando para trás, sua presença provavelmente foi uma bênção disfarçada, pois fez Ha Kyung repensar o relacionamento deles.

Desde o início, ficou claro que esses dois teriam problemas de confiança, já que ambos vieram de términos traumáticos. A solicitação de Ha Kyung para que Shi Woo a avisasse primeiro se ele se apaixonasse por outra pessoa pode ter soado doce e madura, mas também me pareceu um pouco ameaçador.

Aprecio como ambos estavam dispostos a fazer ajustes para tranquilizar um ao outro de que os erros do passado não se repetiriam. Como quando Shi Woo percebeu que Ha Kyung estava desconfiada dele por não compartilhar o que estava fazendo (principalmente em relação ao seu pai), e ele pacientemente explicou o que estava acontecendo.

Clima do amor 8

E claro, há a questão de suas diferentes visões sobre o casamento. Embora não tenha se mostrado tão importante, pois Ha Kyung estava disposta a deixar passar, tenho certeza de que isso adicionou estresse a um relacionamento que já estava sob a pressão de ser mantido em segredo.

Embora entenda que Shi Woo provavelmente se sentiu envergonhado por Ha Kyung ver como seu pai era oportunista, ainda fiquei desapontado que ele terminou com ela. Esperei que ele fosse mais maduro e pensasse as coisas com mais cuidado. Afinal, eles ainda tinham um grande projeto pela frente antes de concordar em se separar.

Achei engraçado que Ha Kyung e Shi Woo fossem forçados a permanecer juntos quando todos descobriram sobre o relacionamento deles após o término.

E adorei como Ha Kyung finalmente rompeu sua barreira entre a vida profissional e romântica. Provavelmente ainda haverá alguns desafios pela frente, mas é um começo. Falaremos mais sobre o desfecho deles mais tarde.

Os Ex-parceiros

Clima do amor 9

Sim, fui rápido em julgar Ki Joon e Yoo Jin. Senti que eles mereciam um ao outro e torcia para que a previsão do xamã sobre o trágico fim do casamento de Ki Joon se concretizasse. Eles eram realmente um par perfeito em um inferno particular, com a exigente Yoo Jin e suas ideias loucas sobre casamento e finanças, e Ki Joon, preguiçoso e sem muita criatividade. Para piorar, houve o desentendimento causado pela recusa de Yoo Jin em registrar o casamento imediatamente e a reação antiquada de Ki Joon sobre o passado dela com Shi Woo.

Achei muito gratificante vê-los humilhados, como quando Ki Joon ouviu colegas de trabalho dizendo que Ha Kyung merecia algo melhor, ou quando Ha Kyung colocou Yoo Jin em seu lugar após ela publicar um relatório meteorológico errôneo.

Detestei como Ki Joon, mesmo após abandonar Ha Kyung, ainda tinha a insensibilidade de pedir ajuda a ela para suas colunas.

E claro, o jeito como eles ainda tentavam interferir no relacionamento entre Ha Kyung e Shi Woo. Eles eram, provavelmente, as piores pessoas para se envolver em um relacionamento que surgiu por causa de seus próprios erros.

No entanto, conforme o Clima do Amor avançava, meu sentimento em relação a eles amolecia. Isso começou quando fizeram as pazes em Jeju e foi selado quando Yoo Jin engravidou. No final, talvez eles não fossem tão ruins assim.

A Equipe de Ha Kyung

Clima do amor 10

Um dos pontos altos do Clima do Amor foi a equipe de Ha Kyung. Adorei como os membros mais experientes sempre estavam lá para orientar e incentivar os mais jovens, explicando o propósito de tarefas que pareciam ilógicas ou desnecessárias, mas que eram fundamentais.

Gostei muito do Previsor Sênior Eom (Lee Sung Wook), mesmo que inicialmente ele fosse resistente a Ha Kyung. Ele se abriu quando descobriu os problemas familiares dela, e fiquei feliz por ele ter uma nova chance com sua família. Sim, ele passava muito tempo fora, mas ninguém podia ser culpado pela situação complicada em que sua família se encontrava.

Meu coração apertou por Oh Myung Joo (Yoon Sa Bong), que sustentava a família e permitiu que seu marido (Son Sang Gyu) parasse de trabalhar para estudar para um exame de promoção. Apesar de todos os sacrifícios, o marido preferia perder tempo com amigos. Espero que ela encontre a felicidade que merece.

Senti-me um tanto indiferente em relação ao relacionamento entre Shin Seok Ho (Moon Tae Yu) e a irmã de Ha Kyung (Jeong Woon Seon). Eles tiveram seus momentos estranhos, mas fofos, como quando Seok Ho acidentalmente enviou o desenho de um pinguim da irmã para o servidor de previsões meteorológicas.

Fiquei bastante irritado com a membra mais júnior da equipe (Chae Seo Eun), pois ela reclamava muito. Felizmente, Myung Joo teve paciência com ela e ela acabou se acertando.

Como equipe, adorei como sempre estavam lá um para o outro, seja Ha Kyung oferecendo abrigo a Shi Woo e ao Previsor Sênior Eom quando estavam sem casa, ou como a equipe defendeu Ha Kyung quando a acusaram de estar muito ocupada com encontros amorosos.

Execução

Clima do amor 11

Em geral, gostei do ritmo da série. Embora tenha se desviado um pouco perto do fim, fiquei feliz que retomou seu rumo. Adorei o realismo meteorológico da série – os desafios enfrentados e a precisão exigida. É fascinante ver a quantidade de trabalho envolvida. Um pequeno erro pode causar muitos danos a pessoas e propriedades, e frequentemente é um trabalho sem reconhecimento, especialmente se você faz previsões erradas.

Também gostei de como a série relacionou as condições meteorológicas à vida real, particularmente em relação ao relacionamento de Ha Kyung e Shi Woo. Adorei os títulos dos episódios que se aplicavam tanto ao clima quanto à vida.

Apreciei o tema do empoderamento feminino, mas foi triste ver como a desigualdade de gênero ainda é prevalente. As mulheres têm de trabalhar o dobro para serem reconhecidas. Ha Kyung, por exemplo, era esperada que saísse do trabalho depois do cancelamento de seu casamento, mesmo quando Ki Joon era o culpado. Ou como Myung Joo teve que interromper o crescimento de sua carreira para cuidar da família. Ou ainda como Yoo Jin pensou em abortar por medo de perder o emprego. Espero que as coisas melhorem em breve.

Quero destacar que adorei como Myung Joo não se ressentia de sua situação atual. Ela estava feliz em ajudar o marido. Como ela disse, qual o sentido de casar se não podem contar um com o outro? Não há absolutamente nenhuma vergonha nisso.

Embora eu realmente deteste pais que interferem demais na vida dos filhos, achei aceitável neste caso porque Ha Kyung resistiu à sua mãe. Adorei como ela mostrou que não é um robô que faz tudo o que a mãe diz.

Por volta do 11º episódio, comecei a sentir falta da leveza e felicidade dos episódios anteriores, preocupado que a série estivesse se tornando muito dramática.

Clima do amor 12

Achei estranho que o drama às vezes prevalecesse sobre o realismo. Como Shi Woo poderia simplesmente sair do hospital sem assinar um termo de responsabilidade, mesmo ainda se recuperando de uma lesão no olho? Ou como Ki Joon simplesmente deixou o pai de Shi Woo fazer o que quis, mesmo depois de ouvir o médico dizer que a condição de Shi Woo não era tão grave.

Fiquei aliviado quando a série retomou sua essência por volta do 13º episódio. Voltou a focar no que faz melhor: previsão do tempo e comédia romântica, com um toque de drama.

E gostei da abordagem ousada sobre gravidez e criação de filhos. Pessoalmente, não consideraria o aborto, mas gostei de como a série destacou a grande responsabilidade que vem com a paternidade. Especialmente para as mulheres, que muitas vezes têm de abrir mão de muitas coisas, enquanto os homens geralmente continuam suas vidas como se nada tivesse acontecido. E adorei como Ki Joon deixou a decisão para Yoo Jin.

Final

Embora a série tenha retomado seu ritmo, achei que o final foi um tanto quanto insatisfatório e abrupto. Não sei se teve o azar de ser transmitida ao mesmo tempo que um drama excepcional como “Twenty-Five Twenty-One”.

Uma das coisas que me pareceram abruptas foi o arrependimento do pai de Shi Woo. Ele já sabia que estava doente, mas nunca mudou. Duvido que o conhecimento de Shi Woo sobre a doença do pai o faria mudar tão rapidamente. E o que aconteceu com os casos de fraude e lesão autoinfligida que ele tinha?

Outro ponto não bem estabelecido foi a aceitação de Shi Woo pela mãe de Ha Kyung. Ao longo da série, ela parecia irracional e crítica. Não achei crível que ela se comovesse imediatamente ao ver Shi Woo chorar pela condição de seu pai.

E temos o marido de Myung Joo se tornando um parceiro útil em casa.

Embora fosse fofo que Seok Ho publicasse o livro da irmã de Ha Kyung quando ninguém mais quis fazê-lo, não acho que tenha sido adequado ele fazer isso sem abordar a razão pela qual ninguém queria publicar seus livros. Sua solução paliativa não resolveu o problema real.

Também achei que a série nos deu uma reunião muito simplista entre Ha Kyung e Shi Woo. Eles realmente discutiram seus problemas? Encontraram formas de resolvê-los? Claro, a cena tinha um cenário lindo. Mas isso apenas fez parecer ainda mais artificial.

Mas o final teve seus momentos também. Adorei que o Senior Forecaster Eom se reuniu com sua família. Isso foi bom porque a série estabeleceu nos episódios anteriores o quanto ele queria isso e como sua esposa realmente queria que eles ficassem juntos, independentemente do que ela disse. Claro, adorei que Ki Joon e Yoo Jin decidiram ficar com o bebê. E vemos o pai mais motivado para melhorar. E gostei de como Ki Joon e Ha Kyung agora são sinceros em sua amizade – com Ki Joon dizendo para Ha Kyung não deixar Shi Woo ir e como Ha Kyung parecia genuinamente feliz pelo bebê de Ki Joon.

Sim, a série não foi consistentemente boa. Mas ainda é melhor do que muitos outros dramas por aí. E, claro, vale a pena assistir por causa de Song Kang, Min Young e as lições de vida e clima que você certamente aprenderá ao longo do caminho.

Nota…4.5.

Com base no artigo: Oppanoona

Tags

Clima do amor Dorama de romance Park Min Young

Min-Jae Lee

Min-Jae Lee

Nascido em Daegu e com raízes em Jeju, Min-Jae é um ávido espectador e crítico de doramas. Com formação em Jornalismo e paixão por dramas históricos, ele traz uma perspectiva única e detalhada em suas análises.

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Outros artigos

Otimizado por Lucas Ferraz.